fbpx

Escreva para pesquisar...

Saúde

DHEA engorda? Para que serve, benefícios, como tomar e relatos

Além de ser utilizado para tratar disfunção erétil e aumentar a libido, o DHEA tem se mostrado eficaz no tratamento de doenças e ainda no ganho de massa muscular. Saiba tudo sobre ele e veja os depoimentos.

DHEA suplementoOs suplementos conhecidos como DHEA (desidroepiandrosterona) tem por base hormônios do próprio corpo.

Eles são utilizados com diversas finalidades, entre as quais o ganho de massa muscular e o aumento do apetite sexual.

Hoje em dia, podemos dizer que, infelizmente, a ciência ainda carece de maiores estudos sobre a DHEA.

Ainda assim, já existem uma série de informações pesquisadas, as quais são descritas abaixo.

O que é

A sigla DHEA deriva da palavra desidroepiandrosterona. Também é conhecida sob os nomes de prasterona e de deidropiandrosterona.

Ela nada mais é do que um hormônio esteroidal que tem sua produção nas chamadas glândulas adrenais, nas gônadas, na pele, no tecido adiposo e no cérebro. Isso ocorre através de um estímulo químico dado às células, estimulando a sua formação.

Ele é vendido na forma de suplementos para alguns casos de enfermidades. Embora alguns vendedores indiquem que é recomendado para fisiculturistas, esse uso depende de uma avaliação médica.

Para que serve o DHEA?

No corpo, a DHEA funciona como um precursor dos hormônios sexuais.

Principalmente da androstenediona, que dá origem, por exemplo, à testosterona e ao estrógeno.

Como esse processo vai acontecer depende de uma série de variáveis da própria pessoa.

Isso quer dizer que pode se converter em hormônio masculino (como andrógeno) ou feminino (estrógeno) dependendo de alguns fatores, como sexo e idade.

No corpo humano, a produção de DHEA tem o seu máximo lá pelos 20 anos de idade.

Nesse ponto, se torna até mesmo o hormônio em maior quantidade na corrente sanguínea. Antes disso, começa pelos seis ou sete anos em baixa quantidade.

A partir dos 30 anos, a quantidade de desidroepiandrosterona começa a cair cada vez mais.

Quando estamos na faixa etária dos 40, já se torna metade do que era no seu auge. Isso acontece de modo cada vez mais acentuado.

O uso na forma de suplemento pode acontecer para lidar com os casos de deficiência ou desequilíbrios hormonais. Por isso, seu uso é visto na medicina.

Como tomar e dosagem recomendada

É impossível relatar uma quantidade padrão da dose de DHEA que vai ser ingerida. Isso porque esta informação varia de acordo com duas variantes fundamentais:

1. Os atuais níveis de DHEA e de cortisol no organismo

2. A finalidade da ingestão do hormônio

Somente sabendo desses dois dados que o médico poderá adequadamente indicar o que é o mais certo para cada caso.

Isso está intimamente ligado ao uso que o paciente precisa dar e ao nível de desequilíbrio hormonal que ele tem.

Dessa forma, como podemos perceber, estas situações são possíveis de serem identificadas apenas por meio de exames e de consulta com um profissional.

 Ele saberá indicar o diagnóstico correto e se a ingestão de DHEA é, de fato, o melhor tratamento.

De forma geral, porém, algumas orientações básicas costumam ser dadas. Elas são as seguintes:

Não ultrapassar 12 meses de uso contínuo

No máximo a dose de 100g por dia para quem quer aumentar a massa muscular

4 Benefícios do DHEA

Como é um produto utilizado para corrigir desequilíbrios hormonais, os maiores benefícios da DHEA estão ligados a isso. Eles estão listados abaixo:

1. Combater a disfunção erétil

Em homens que têm impotência sexual por causa hormonal, a DHEA pode ser útil.

Se for por outro motivo, como em enfermidades que atingiram os nervos, isto não será possível.

2. Tratar a osteoporose

Estudos científicos indicam que este suplemento hormonal é capaz de tornar mais alta a densidade óssea de pacientes com osteoporose. Isso significa que é um aliado na hora de tratar a doença.

3. Diminui sintomas neurológicos

Outras pesquisas sugerem que aumentar os níveis deste hormônio no sangue pode tratar sintomas de origem neurológica.

Em doenças como esquizofrenia, Parkinson, mal de Alzheimer, ansiedade e depressão, principalmente.

4. Ganho de massa muscular

Na prática, há também um efeito anabolizante como resultado do produto.

Dependendo da dose e da forma de utilização, pode gerar um aumento na massa muscular, se associado a treinos, já que o DHEA e seus compostos, são precursores de testosterona, hormônio altamente anabólico.

DHEA engorda?

Uma discussão que sempre concerne a fármacos e suplementos que mexem com hormônios é em relação ao ganho de peso.

Será que ele influencia para quem quer emagrecer ou engordar?

Na verdade, não há estudos que indiquem claramente essa relação com a DHEA.

No entanto, algumas percepções podem ser tiradas do efeito prático do produto, observadas no dia a dia de quem faz uso. Estas ficam mais no campo das hipóteses.

Pois bem, indica-se que, de fato, a DHEA não engordaria. Pelo contrário, acredita-se que ela até mesmo pode ajudar a perder peso, de modo que atuaria queimando gordura no organismo.

Uma dessas principais hipóteses diz respeito ao seu uso associado a exercícios físicos.

Acredita-se que atuaria promovendo o aumento da síntese de proteínas. Assim, o corpo iria utilizar a sua própria gordura como energia para gerar o aumento de massa.

Efeitos colaterais

Este pré-hormônio deve ser tomado com cuidado, uma vez que é capaz de gerar efeitos adversos no organismo.

Até mesmo por isso, é fundamental a indicação médica. Veja os principais:

  • Acne
  • Insônia
  • Fadiga
  • Dores abdominais
  • Alterações no batimento cardíaco
  • Aumento do colesterol
  • Alterações do ciclo menstrual
  • Ginecomastia (aumento dos seios em homens)
  • Virilização em mulheres

Contraindicações

O uso de DHEA somente deve ser feito após consulta médica. Somente este profissional poderá avaliar se, no seu caso, é indicado ou não.

Ele irá avaliar a sua idade, o seu sexo e outras variáveis a seu respeito.

De forma geral, a DHEA pode ser utilizada com diversas finalidades. No entanto, todas têm uma mesma base: a prescrição médica. Independente da finalidade do uso, é indispensável uma avaliação profissional.

Relatos do DHEA e depoimentos

Deixe seu relato sobre o uso do DHEA de forma concentrada em suplementos, e compartilhe com os próximos leitores seus resultados com essa substância. Deixe seu depoimento nos comentários logo abaixo.

Referências:
Esteróides anabolizantes no esporte Paulo Rodrigo Pedroso da SilvaI; Ricardo DanielskiII; Mauro Antônio CzepielewskiI

Equipe Grande Atleta

Nossa equipe está muito bem representada por grandes profissionais ligados a musculação e esportes de alto rendimento. Contamos com Educadores físicos, Nutricionistas Esportivos, Fisioterapeutas e Médicos.

  • 1

Você pode gostar também

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *