Escreva para pesquisar...

Hormônios

Durateston: Para que serve, Como tomar, Ciclo, Efeitos e Antes e Depois

Já ouviu falar do Durateston, mas não sabe exatamente o que ele faz, como funciona e porque ele é tão comentado? Não se preocupe, pois neste texto você saberá tudo de relevante sobre o Durateston.

DuratestonLeia até o final para descobrir as melhores informações e finalmente ficar por dentro de um dos principais produtos mais populares entre atletas e amantes de academia.

O que é o Durateston?

O Durateston é mais conhecido pelo carinhoso apelido de “Dura” no universo da musculação e dos treinos.

Ele é um dos anabolizantes mais populares entre aqueles que desejam atingir a hipertrofia muscular ou simplesmente ganhar mais massa magra.

O Dura é muito usado para elevar os níveis de testosterona no corpo, assim como impulsionar a produção das fibras musculares, o que gera um ganho muscular muito grande em um período curto de tempo.

Mesmo assim, nem tudo são flores. É preciso ficar atento aos efeitos colaterais gerados pelo seu consumo. Você saberá tudo sobre eles mais para a frente. Não pare de ler, pois muitas outras informações lhe aguardam.

Qual é a composição do Durateston?

O Durateston possui quatro ingredientes principais em sua composição. Confira quais são eles a seguir:

  • Decanoato de testosterona (100 mg): famoso esteroide anabolizante com poder androgênico;
  • Fempropionato de testosterona (60 mg): esteroide que age por mais tempo no corpo, mas ao mesmo tempo demora mais para surtir efeitos;
  • Isocaproato de testosterona (60 mg): a única testosterona da fórmula que precisa se juntar as outras para elevar ainda mais a eficácia dos resultados do produto;
  • Propionato de testosterona (30 mg): pode aumentar de forma significativa o padrão natural de testosterona que as pessoas já têm em seu corpo.

Ele fica menos tempo no organismo, mas, em compensação, age de maneira imediata.

Para que serve?

Originalmente, o Durateston foi criado para repor os níveis saudáveis de testosterona em homens que estavam sofrendo com a deficiência do hormônio.

Mesmo assim, ele começou a ser usado “às escondidas” para proporcionar ganho de massa muscular, mais resistência e força física, especialmente aqueles que buscavam estes atributos em um curto espaço de tempo.

O Durateston vendido nos dias de hoje também serve para funções mais estéticas, sendo, muitas vezes, mais eficazes do que tratamentos realizados em clínicas.

Ele faz com que haja um crescimento muscular mais elevado, assim como reduz o acúmulo de gordura no corpo da pessoa, razão pela qual é procurado por mulheres.

O seu processo de atuação é intenso porque a testosterona é lipossolúvel (solúvel em gordura), o que facilita sua entrada no citoplasma celular e sua ligação a um receptor. Dessa forma, ele consegue chegar ao núcleo da célula e ao DNA.

Quando a testosterona se liga ao DNA, a massa muscular recebe a informação de que precisa elevar a quantidade de miosina e actina (proteínas que atuam no aumento do tecido muscular), o que proporciona um crescimento significativo dos músculos.

Isso quer dizer que a testosterona pode sim estimular o ganho e desenvolvimento da massa muscular. Mesmo assim, o consumidor não pode parar de realizar suas atividades físicas e sua dieta alimentar estratégica.

Quais são os benefícios do Durateston?

Evita o catabolismo e a ação do cortisol

Além de tudo o que já falamos, o Durateston também pode agir na proteção do tecido muscular contra o catabolismo, pois diminui a ação de hormônios prejudiciais, como o cortisol (chamado de hormônio do estresse).

Produção de células vermelhas

Outro benefício gerado pelo consumo do Dura é a maior produção de células vermelhas, em especial aquelas presentes nos rins. O sangue fica mais oxigenado, assim como reforça o nosso sistema imunológico.

A contração dos músculos também é beneficiada graças às proteínas já citadas: actina e miosina. Isso é mais sentido pelas pessoas que possuíam problemas com testosterona e não conseguiam manter quantidades normais do hormônio em seu corpo.

Se o produto for ingerido com cuidado e sob a orientação de profissionais da saúde, ele pode gerar ainda mais benefícios, como os listados a seguir:

  • Bloqueia a ação dos glicocorticóides, que são hormônios causadores de perda da massa magra;
  • Age na prevenção contra os processos catabólicos;
  • Proporciona um crescimento muscular muito veloz;
  • Fomenta a perda de gordura indesejada, pois faz com que o metabolismo funcione mais rapidamente durante as atividades físicas;
  • Aumenta os níveis do hormônio IGF-1, que é essencial para melhorar a recuperação depois de treinos intensos;
  • Deixa o organismo mais saudável no geral.

Ciclos – Como tomar o Durateston?

O Durateston é vendido principalmente como uma solução injetável, ou seja, você precisa aplicar a substância em seu corpo.

O recomendado é que a aplicação seja realizada por um profissional qualificado e não de forma caseira.

O medicamento deve ser adquirido através de receita médica. Dessa forma, para a reposição de hormônios ocorrer, o indicado é que uma ampola de Durateston seja injetada a cada 7 dias.

  • As áreas mais recomendadas para a aplicação são: coxas, braços ou nádegas.

É importante falar que cada pessoa tem necessidades e biotipos diferentes, o que pode afetar em como a substância reage no corpo e na quantidade de doses que cada um precisa receber para alcançar os resultados desejados.

Para aqueles que utilizam o produto para fins estéticos, é preciso ficar atento aos ciclos de aplicação do Durateston.

Esses ciclos servem para controlar o desenvolvimento dos músculos, o que ocorre de forma gradual, mas velozmente.

Lembre-se de que quanto maior for o ciclo, maiores serão as chances dos efeitos colaterais aparecerem. Portanto, utilize-o com responsabilidade e sempre consultando especialistas na área.

Ainda sobre os ciclos, alguns indivíduos preferem utilizar o Durateston em conjunto com outros esteroides. Esses ciclos são chamados de paralelos.

Alguns dos esteroides utilizados no ciclo com o Durateston são:

  • Estanozolol,
  • Oxandrolona,
  • Masteron,
  • Deca Durabolin,
  • Hemogenin.

Conheça mais sobre os tais ciclos a seguir:

Ciclo curto:

O uso do Dura ocorre entre 8 a 10 semanas. É possível aplicar de dois modos: continuamente nas 5 primeiras semanas, com uma pausa nas 3 semanas seguintes; ou continuamente nas 6 primeiras semanas e com pausa nas 4 semanas seguintes. Depois das pausas, o ciclo pode ser reiniciado ou não.

Ciclo médio:

O período de uso deste ciclo é de 12 a 15 semanas. A pessoa pode aplicar por 8 semanas contínuas e depois pausar pelas próximas 4 semanas. Ou, se preferir, pode aplicar pelas 9 primeiras semanas e pausar nas últimas 6.

Ciclo longo:

Este ciclo diz respeito a 10 semanas de aplicações contínuas sem pausa. Ele é considerado o ciclo mais perigoso de todos e deve ser evitado ao máximo, pois pode ocasionar efeitos colaterais graves.

Preço e onde comprar

A venda do Durateston para fins estéticos é proibido no Brasil pela Anvisa. O Durateston pode ser comprado em farmácias com receita médica para tratamentos de saúde.

O preço de cada ampola (injetável) de 1 ml com 250 mg, é vendido por R$9,88. Preço consultado no site da UltraFarma.

Quais são os efeitos colaterais do Durateston?

Depois de todos os benefícios citados nos tópicos acima, é fácil acreditar que o Dura só possui pontos positivos, não é mesmo?

A verdade é que o seu consumo precisa ser bem observado e cuidadoso, pois ele pode ser responsável por diversos efeitos colaterais sérios.

Lembre-se de que ele não foi criado para fins estéticos e sim para repor a testosterona em pessoas com a deficiência do hormônio. Por isso a sua utilização deve ser planejada e tratada com responsabilidade.

Muitos estudos indicam que usar indiscriminadamente suplementos e medicamentos à base de testosterona pode acarretar em alguns problemas graves para o sistema cardíaco.

Veja um exemplo:

Um estudo foi realizado em 2010 com um grupo de homens de 65 anos ou mais que sofria com pouca produção de testosterona (seus níveis chegavam ser menores do que 100 a 350 ng por decilitro!).

Alguns deles receberam placebo e outros testosterona todos os dias por um período de 6 meses.

Os homens que foram medicados com testosterona apresentaram muitos mais problemas do que os que receberam placebo. Problemas esses que eram relacionados às doenças respiratórias, cardíacas e distúrbios na pele, como a acne.

Os efeitos colaterais do Durateston podem ser mais intensos do que outros produtos porque ele possui quatro compostos de testosterona presentes em sua fórmula.

Um dos efeitos mais temidos por homens é a ginecomastia, que é quando há um crescimento exagerado nas mamas masculinas. Isso ocorre porque a testosterona pode ser convertida em estrógeno (o principal hormônio feminino).

Além da ginecomastia, os efeitos mais observados em quem consome o Durateston são os mencionados a seguir:

  • Retenção líquida e inchaço;
  • Pressão arterial elevada;
  • Atrofia testicular;
  • Elevação da gordura corporal;
  • Agressividade e irritabilidade;
  • Redução ou aumento exagerado da libido.

Esses são os efeitos mais comuns. Contudo, existem ainda outros efeitos que podem ser causados pelas alterações da testosterona por culpa de enzimas presentes no nosso corpo.

Confira quais são:

  • Problemas urinários;
  • Queda dos fios de cabelo;
  • Distúrbios no colesterol;
  • Doenças no fígado e nos rins;
  • Problemas no sistema cardíaco.

Efeitos colaterais nas mulheres

As mulheres precisam prestar ainda mais atenção ao consumo do Durateston, pois existem efeitos colaterais específicos para o corpo feminino.

Dê uma olhada em quais são eles:

  • Crescimento exagerado de pelos pelo corpo;
  • Problemas de infertilidade;
  • Queda de cabelo;
  • Alterações e irregularidades no ciclo menstrual;
  • Engrossamento da voz.

Quais são as contraindicações?

Como você já deve ter imaginado, o Durateston possui algumas restrições com relação ao seu consumo. Conheça quais são as maiores contraindicações a seguir:

  • Mulheres grávidas ou em fase de amamentação.

Alguns até sugerem que mulheres no geral não deveriam utilizar o produto.

  • Menores de idade

Pois o produto pode causar alterações drásticas tanto com relação às características sexuais secundárias quanto em questões emocionais.

  • Pessoas em tratamento com medicamentos controlados ou que possuam alguma doença grave

Alerta especial para aqueles que têm alguma disfunção renal, problemas na próstata ou nas mamas, epilepsia ou outras doenças crônicas.

  • Indivíduos com hipersensibilidade ou com facilidade a desenvolver alergias
  • Homens maduros ou de idade avançada.

Se algum desses grupos tiver interesse em realizar o tratamento com Durateston, deve procurar um médico especializado para que ele lhe oriente sobre o que fazer.

Nunca inicie o consumo sem autorização e aconselhamento profissional.

Cuidado com os produtos falsificados!

Por não ser tão simples conseguir este medicamento, pode ser que algumas pessoas mal intencionadas vendam um tipo falso de Durateston, que pode ser muito ruim para o organismo. Portanto, fique atento e não compre em qualquer lugar.

Relatos e o Antes e Depois

O que achou do Durateston? Já utilizou? Conhece alguém que fez uso? Deixe seu relato e conte como foi a experiência com esse esteroide.Teve efeitos colaterais? Como foram os ganhos? 

 


Veja também nossos artigos mais acessados:

Whey Protein – Você precisa ler isso!

BCAA – Para que serve e benefícios

Creatina – Qual a melhor? Veja lista

Termogênico – Saiba tudo!

Tribulus Terrestris – Veja 10 Benefícios [REVELADOS]

L Carnitina Emagrece? Funciona mesmo? [ATUALIZADO]

Melatonina – O que é, para que serve [ATUALIZADO]

ZMA – O que é e para que serve [TUDO REVELADO]

Glutamina – O que é e para que serve [Veja 11 Benefícios]

Suplementos Alimentares: O que são e para que servem

Orlistat – O que é e para que serve [ATUALIZADO]

Treino de Musculação para Hipertrofia – [21 DICAS]

Maca Peruana: O que é, Para que Serve, Benefícios e Como tomar


Compartilhe
Equipe Grande Atleta

Nossa equipe está muito bem representada por grandes profissionais ligados a musculação e esportes de alto rendimento. Contamos com Educadores físicos, Nutricionistas Esportivos, Fisioterapeutas e Médicos.

  • 1

Você pode gostar também

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *