Ashwagandha - Now Foods (Ginseng Indiano)
Cód.: 958127381

Ashwagandha - Now Foods (Ginseng Indiano)

(Cód.: 958127381)

A planta ashwagandha traz ótimos benefícios para saúde, desde ação antioxidante e anticancerígeno, como ajudar a controlar o colesterol ruim e vantagens estéticas, como melhora da aparência da pele e do cabelo. Veja como tomar seu suplemento.

mais informações
conheça nossa política de trocas e devoluções
R$149,00 à vista
R$149,00 no boleto
Outras formas de pagamento

Outras formas de pagamento

  • Cartão de Crédito
  • Boleto Bancário

R$149,00 no boleto com % de desconto

O boleto será gerado após a finalização de sua compra. Imprima e pague no banco ou pague pela internet utilizando o código de barras do boleto.


Disponível: Em estoque

+ -
Calcule o frete e o prazo de entrega estimados para sua região
Visão Geral

Detalhes

Já ouviu falar nessa planta de nome tão diferente, a ashwagandha?

 

Sua pronúncia é algo como “ashuaganda” e a planta também é conhecida como ginseng indiano, como cereja de inverno e como groselha venenosa.

Há milhares de anos esta planta tem sido utilizada na medicina tradicional na Índia.

Nos últimos anos, seus efeitos benéficos têm sido comprovados também em estudos no Ocidente, tendo seu uso cada vez mais intensificado. Leia e descubra o porquê!

Para que serve

A ashwagandha é uma planta que há relativamente pouco tempo tem sido estudada formalmente por pesquisadores no Ocidente.

No entanto, no mundo oriental ela já é utilizada há muito tempo, sobretudo na chamada medicina ayurvédica.

Essa medicina foi desenvolvida na Índia há um longo período – há cerca de 7 mil anos atrás.

É, por isso, considerado um dos sistemas medicinais mais antigos de toda a história da humanidade.

Naquela época, por certo, os recursos medicinais eram bem mais precários quando comparados aos atuais.

Nem mesmo pesquisas poderiam ser feitas conforme os moldes científicos que temos hoje em dia e que garantem a segurança dos produtos.

Sem o desenvolvimento de medicações, então, as pessoas tinham de recorrer às plantas.

Identificando o potencial de cada uma, as civilizações avançavam, como foi o caso da indiana.

Lá, então, identificou-se pela primeira vez qual era a principal funcionalidade da ashwagandha.

Os indianos observaram como a ashwagandha é um potente adaptógeno natural.

Observaram, então que a planta servia para todos esses funcionamentos do corpo:

  • Serve para diminuir a fadiga e aumentar os níveis energéticos
  • Serve para melhorar o sono
  • Serve para estimular o sistema nervoso central
  • Serve para regular o humor
  • Serve para aumentar o desempenho sexual

Por esses motivos, o uso histórico da ashwagandha na medicina indiana é fundamentalmente para dois fatores: para melhorar a vitalidade e aumentar a longevidade.

E esses fatores continuam sendo vistos como verdadeiros hoje em dia, e comprovados por estudos científicos.

Como resultado, então, o ginseng indiano (outro nome da planta) passou a ser difundido a outros países e continentes.

Hoje em dia, ele já é bastante utilizado no continente europeu, nos países da América do Norte e, mais recentemente, tem chegado ao Brasil.

Tudo isso, normalmente, na forma de suplementos, nos quais o seu extrato é concentrado.

Como funciona a Ashwagandha?

Como vimos na seção anterior, a ashwagandha serve para melhorar o funcionamento de funções variadas do organismo.

Ele potencializa desde o desempenho sexual até a regulação do humor e a redução do estresse.

Mas, afinal de contas, como isso ocorre? Como funciona a ashwagandha? Por que ela oferece essas funções? Quais substâncias ela contém que estimulam estes funcionamentos?

Pois bem, todos estes fatores da ashwagandha podem ser sintetizados em duas palavras: efeitos antioxidantes.

Estas substâncias, na planta, podem ser resumidas entre os alcaloides (pelo menos 12), lactonas esteroidais e withanolides (pelo menos 35).

Estes últimos, os withanolides, estão entre os grandes responsáveis pelos efeitos farmacológicos do ginseng indiano.

Ela contém cerca de 35 deles, embora sejam prevalentes o withaferin A e o withanolide D.

Estas substâncias, em primeiro lugar, atuam na síntese das proteínas e na sua regulação.

Além disso, elas têm uma função inibidora da peroxidação lipídica e antineoplásica.

Esta última é de particular importância, porque inibe a multiplicação das células cancerígenas – por isso, a planta é, também, antitumoral.

Outro efeito interessante é o de aumentar os níveis do hormônio cortisol no organismo.

Com isso, a planta induz o corpo a aumentar os índices energéticos, a melhorar o desempenho físico, a diminuir a fadiga e a reduzir sintomas de estresse.

Outro efeito do mecanismo de ação da ashwagandha é o que chamamos de GABA-mimético. O GABA (ou ácido gama-amino butírico) é um neurotransmissor o qual possui uma série de sintomas no corpo humano.

Ao simular os efeitos desse neurotransmissor, a ashwagandha traz alguns de seus benefícios.

Os principais deles são os de serem anticonvulsionantes e tranquilizantes, combatendo convulsões e epilepsias.

7 Benefícios para saúde

Por conta dessas características base do ashwagandha, a planta tem muitos benefícios. na medicina ayurvédica, ela é utilizada até mesmo para melhorar a saúde de uma forma geral.

No entanto, existem proveitos específicos. Veja:

1. Possui efeito tranquilizante

O efeito tranquilizante da ashwagandha serve para diversas funcionalidades.

Ele diminui o estresse, combate a insônia e até é anticonvulsionante. Isto porque atua no sistema nervoso central, simulando o neurotransmissor GABA.

2. Aumenta a capacidade cognitiva

A capacidade cognitiva é a função do cérebro, que pode ser aumentada com o ginseng indiano.

Há um aumento da capacidade dos receptores muscarínicos, que resulta em mais foco, mais atenção e mais memória.

3. Auxiliar no tratamento contra o hipotireoidismo

A ashwagandha estimula a glândula tireoidal de forma indireta, por meio de suas funções antioxidantes.

Ela previne danos à glândula, além de estar se mostrando como um bom coadjuvante no tratamento de hipotireoidismo.

4. Tem ação bactericida

Alguns estudos em ratos têm demonstrado que o ginseng indiano melhora a resposta contra bactérias.

Além disso, há indícios de que ela pode melhorar a resposta do organismo contra o vírus HIV.

5. É anticancerígeno

As substâncias antioxidantes protegem as células da formação de radicais livres.

Em um desses casos, previne que as células cancerígenas se multipliquem, espalhando o tumor. Por isso, entende-se que a ashwagandha previne alguns tipos de câncer.

6. Controla os triglicerídeos e o colesterol

O ginseng indiano protege o sistema cardiovascular porque diminui os índices de triglicerídeos e aumentando os níveis de colesterol bom no corpo. Assim, previne contra doenças como a aterosclerose.

7. Melhora a aparência da pele e dos cabelos

O efeito antioxidante tem outro benefício, que é o de proteger as células da pele e dos cabelos. Dessa maneira, reduz problemas como rugas, pés de galinha, cabelos quebradiços, etc.

Sugestão de como tomar a ashwagandha Now Foods

Como foi possível observar, o ginseng indiano pode ser tomado para diferentes problemas de saúde.

Naturalmente, a dose varia de acordo com a finalidade a qual você deseja dar com o uso deste suplemento.

A via mais indicada é a recomendação vinda de um nutricionista ou de um médico.

Eles vão poder afirmar como tomar ashwagandha da melhor maneira no seu caso em particular. Ainda assim, existem formas padronizadas, como as seguintes:

Tome uma cápsula, de uma a três vezes por dia (cada cápsula contém 450 mg do extrato de ashwagandha)

Basta tomar com um líquido, como água ou suco

Você pode tomar ashwagandha com outras vitaminas e suplementos de sua preferência

Efeitos colaterais da Ashwagandha

Não são conhecidos muitos efeitos colaterais relacionados ao uso de ashwagandha.

Via de regra, eles ocorrem quando a planta é utilizada em grupos contraindicados (veja na seção abaixo), em uma dosagem acima da recomendada ou por um período muito prolongado.

O ginseng indiano pode causar sintomas como dor de cabeça, distúrbios estomacais, náusea e diarreia.

Por ter ferro, ele também tem o potencial de aumentar demais os níveis de eritrócitos e de hemoglobina na corrente sanguínea.

Ele também pode intensificar o efeito de medicamentos sedativos e de fármacos derivados do ácido barbitúrico.

Contraindicação

O uso de ashwagandha é contraindicado para mulheres gestantes ou em lactação.

Pacientes que tomam alguma medicação de uso contínuo ou que possuam algum problema de saúde conhecido, devem consultar um médico antes de iniciar o uso do suplemento.

Avaliações
Este produto ainda não tem comentários.