Escreva para pesquisar...

Remédios para Emagrecer

Orlistat – O que é e para que serve [ATUALIZADO]

O Orlistat não é uma fórmula milagrosa. Não existe uma poção mágica para conseguir a forma física desejada. Você só chega lá com um conjunto de fatores, que incluem uma alimentação saudável (normalmente pouco calórica) e atividades físicas diárias.

No entanto, se você precisa perder peso de forma mais rápida, pode recorrer aos medicamentos especializados em emagrecimento.

Uma das substâncias mais utilizadas é o Orlistat, que faz parte da fórmula de um medicamento chamado comercialmente de Xenical. Venha saber mais sobre como ele funciona para você!

O que é o Orlistat?

O Orlistat é um remédio feito para pessoas que precisam perder peso e não conseguem fazer isso apenas com dietas e atividades físicas. Diferente da maioria dos medicamentos no mercado, não se trata de um inibidor de apetite.

Ele age bloqueando a ação de uma enzima chamada lipase pancreática. Essa enzima é a responsável por metabolizar a gordura dos alimentos consumidos, para que ela seja absorvida pelo organismo.

Dessa forma, 30% da gordura ingerida é impedida de ser absorvida e acumulada pelos tecidos orgânicos por conta da atuação do Orlistat.

Mas afinal, para que o Orlistat serve ?

Sua principal função é realmente auxiliar pessoas que sofrem com a obesidade ou com sobrepeso, a emagrecerem e assim sair da zona de risco. Vale lembrar que ele não deve ser um protagonista no seu emagrecimento, e sim um coadjuvante.

O Orlistat costuma ser indicado para pessoas que possuem um IMC (índice de massa corporal) superior a 30.

Também é recomendado para aqueles com IMC superior a 27 que apresentem problemas como diabetes, de colesterol elevado ou pressão alta.

Além disso, a substância consegue beneficiar a saúde cardiovascular e agir na manutenção do peso perdido para que a gordura eliminada não apareça novamente.

Emagrece mesmo?

orlistat emagrece

Sim, pois o Orlistat atua de forma a inibir a absorção da gordura dos alimentos ingeridos. Se a digestão dos nutrientes gordurosos não ocorre, eles passam direto por esta etapa e são removidos pelas fezes.

No entanto, vale lembrar que o Orlistat não interrompe por completo a absorção dos nutrientes, até porque eles são essenciais para que o nosso organismo cumpra todas as suas funções corretamente.

Usualmente, o percentual da gordura bloqueada de ser absorvida pode variar de 25% a 30%.

Por isso tão importante fazer uma dieta de baixas calorias, porque se você continuar ingerindo muitos alimentos gordurosos, a substância não conseguirá agir bem.

Normalmente, o Orlistat costuma ajudar a pessoa perder de 5 a 10 kg em um ano. Lembrando que esses valores podem mudar de acordo com o biotipo do usuário.

Agora que você entendeu bem a teoria, saiba mais sobre como o Orlistat atua na prática em algumas situações.

  • Na obesidade em maiores de idade, o Orlistat pode ajudar

Certos estudos clínicos observaram que o Orlistat demonstrou uma perda de peso maior do que se o indivíduo estivesse apenas de dieta. O emagrecimento começou a ser facilmente notado depois de duas semanas de tratamento.

Essa perda de peso continuou ocorrendo por seis a doze meses a mais, até mesmo em pessoas que não haviam conseguido emagrecer bem com dietas alimentares.

O Orlistat também foi eficaz ao evitar a recuperação do peso eliminado. O estudo constatou que cerca de 50% dos pacientes participantes da pesquisa obteve um ganho inferior a 25% do peso removido.

A utilização da substância também está ligada à melhoria dos problemas relacionados à obesidade, como por exemplo a pressão alta e a diabetes tipo 2.

  • O Orlistat também pode ajudar na obesidade em diabéticos tipo 2

Foram realizados estudos durante um período que variou entre seis meses e um ano, com pacientes obesos ou acima do peso sofrendo de diabetes tipo 2.

Neles ficou evidenciado que o consumo de Orlistat permite um emagrecimento maior do que apenas com a dieta. A perda de peso foi tida como ligada à gordura corporal.

A utilização da substância em indivíduos com dificuldades para controlar as taxas de açúcar no sangue, mesmo que estejam sendo tratados com antidiabéticos (como a insulina), resultou em grande melhoria do controle glicêmico.

  • Atuação do Orlistat em situações de riscos de diabetes tipo 2 em pessoas obesas

Em um longo estudo clínico que durou quatro anos, a utilização de Orlistat proporcionou uma diminuição importante, de mais ou menos 37% nos riscos de que pacientes desenvolvessem diabetes tipo 2.

Houve uma outra redução significativa, de cerca de 45%, nas pessoas intolerantes à glicose (açúcar).

O emagrecimento foi bem maior no grupo de indivíduos que consumiu o Orlistat, se comparado ao grupo que consumiu apenas o placebo.

No geral, ocorreu uma diminuição bem notável dos fatores de risco metabólicos nos pacientes que fizeram o tratamento com a substância.

Quais são seus outros benefícios do Orlistat. Existem?

Além de todas as vantagens de emagrecimento que citamos acima, o Orlistat também foi relacionado a alguns outros benefícios para a saúde, que por sua vez, estão ligados às consequências da perda de peso. Confira os três mais observados:

1- Redução da pressão arterial

Algumas pesquisas mostraram que o tratamento para emagrecimento com Orlistat pode levar à redução da pressão arterial.

A pressão alta (ou hipertensão arterial) é uma doença crônica, que se não for tratada com cuidado pode levar a problemas seríssimos, como derrame, aneurisma e infarto, além de ser uma das maiores causas de morte no mundo.

2- O Orlistat também pode ajudar na Diminuição do colesterol

Aparentemente o Orlistat pode auxiliar no controle das taxas de colesterol. É importante ter uma boa quantidade de HDL (colesterol bom), pois ele é benéfico e consegue evitar o entupimento das artérias, evitando doenças no coração.

Já o LDL (colesterol “do mal”) deve ter seus níveis no sangue reduzidos, porque ele faz o oposto do HDL, ou seja, pode entupir as artérias e atrapalhar o fluxo sanguíneo, causando diversos distúrbios ao coração.

3- Não causa dependência

Diferente de vários remédios e até alguns termogênicos feitos para a perda de peso, o Orlistat não vicia e não causa dependência, ou seja, pode ser usado por um período maior de tempo do que os medicamentos usuais.

Certo, entendi. Mas como tomar o Orlistat?

A dosagem recomendada é de 1 comprimido de 120 gramas uma hora antes, durante ou depois das principais refeições de seu dia, ou seja, três comprimidos todos os dias.

Você deve fazer o tratamento em conjunto com uma dieta de poucas calorias que tenha ao menos 30% dessas calorias na forma de gordura para que a absorção funcione corretamente.

Vale lembrar que não adianta ingerir uma dose de Orlistat, muito mais alta do que a recomendada, porque além de possíveis efeitos colaterais desagradáveis, você não perderá mais peso ou ganhará outros benefícios.

Procure um médico ou nutricionista sempre que for iniciar qualquer tratamento com medicamentos mais pesados, mesmo que eles não precisem de receita.

Quais são os efeitos colaterais?

Os principais efeitos secundários do Orlistat ocorrem nos primeiros dias de consumo e se dão devido à quantidade de gordura eliminada pelas fezes, como realmente deve ser para que o medicamento funcione bem.

Entre os efeitos adversos mais observados, podemos mencionar:

  • Flatulência (gases);
  • Fezes moles e/ou oleosas;
  • Incontinência fecal (urgência para evacuar).

Essas reações costumam durar por até três meses, mas nem sempre todas ocorrem.

Por isso é essencial consumir poucos alimentos gordurosos: quanto menos gordura, menor será esse desconforto (não elimine totalmente a gordura da sua dieta, mas lembre-se sempre da porcentagem média).

Outros efeitos colaterais do Orlistat também foram notados como cólicas menstruais, fadiga, ansiedade, hipoglicemia em diabéticos e infecção urinária.

Para finalizar com chave de ouro, veja  as principais contraindicações do Orlistat:

O Orlistat não é indicado para quem:

  • Possui colestase (distúrbios no fluxo da bile);
  • Alergias ou sensibilidade ao Orlistat;
  • Má absorção dos rins e da vesícula;
  • Crianças;
  • Mulher grávidas ou em fase de amamentação;
  • Idosos.

Agora, com todas essas informações valiosas sobre o Orlistat, você estará muito mais seguro e para escolher se irá consumir ou não esta medicação para ajudar na perda de peso.

Relatos sobre o Orlistat

Não deixe de comentar logo abaixo seu relato sobre os resultados obtidos com ele, falando como foi sua experiência, se emagrecer, se teve efeitos colaterais, enfim, deixe seu depoimento e ajude os próximos leitores.

 Esse artigo sobre o remédio para emagrecer Orlistat te ajudou? Compartilhe com seus amigos nas redes sociais, para que eles conheçam melhor o Orlistat.

Fonte dos estudos:
https://consultaremedios.com.br/orlistate/bula
Orlistat – O que é e para que serve [ATUALIZADO]
5 (100%) 1 vote

Compartilhe
Equipe Grande Atleta

Nossa equipe está muito bem representada por grandes profissionais ligados a musculação e esportes de alto rendimento. Contamos com Educadores físicos, Nutricionistas Esportivos, Fisioterapeutas e Médicos.

  • 1

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *