fbpx

Escreva para pesquisar...

Treino de Peito

Treino de Peito – 7 Dicas para potencializar seus ganhos

Separamos 7 dicas de treino para peito, que fazer você evitar de estagnar, como ainda melhorar seus ganhos de peitoral.

Treino de peito dicas

Potencialize e evite estagnar seus resultados no treino de peito

O peitoral, talvez a musculatura mais desejada e admirada por muitos praticantes da musculação. Qual praticante de musculação não sonhou em ter peitorais hipertrofiados e definidos?

Logo ao entrar na academia, se perguntarmos aos iniciantes qual músculo gostariam de desenvolver, quase todos dirão o peitoral, pois é uma musculatura que chama logo a atenção das pessoas.

Os músculos do peitoral são de grande porte, assim como os das pernas e costas, necessitando de uma alta intensidade e volume para hipertrofiar. Portanto se não for treinando de maneira correta esqueça os resultados.

Para dar uma melhorada no treinamento de peitoral e conseguir uma hipertrofia maior nesta musculatura, listaremos 7 dicas que ajudarão você praticante de musculação a ter peitorais de dar inveja.

7 Dicas para melhorar seus ganhos de hipertrofia no treino de peito

#1. Mudar a ordem dos exercícios

A maioria dos praticantes realiza sempre a mesma seqüência de exercícios. Experimente começar com o supino inclinado ou voador antes do supino reto.

A mudança na ordem implicará em um novo estímulo para seus peitorais, auxiliando a hipertrofia destes.

#2. Trocar a barra pelos halteres ao fazer supino

O supino reto é um grande exercício no que diz respeito ao aumento da força e hipertrofia no que diz respeito à musculatura do peitoral.

O supino realizado com halteres pode ser realizado com uma liberdade de movimento maior que o supino com a barra, aumentando assim a amplitude do movimento gerando uma maior sobrecarga muscular.

#3. Aumente a freqüência semanal do seu treino

Se você realiza seu treino de peitoral apenas uma vez por semana, passe a estimular a musculatura duas vezes na semana.

O aumento de freqüência dará a oportunidade de estimular por mais vezes na semana o músculo, auxiliando assim sua hipertrofia.

Lembrando também que tem que levar em consideração a recuperação muscular com a finalidade que este aumento de freqüência não atrapalhe seu rendimento.

#4. Estabeleça a relação mente-músculo

dicas treino para peitoral feminino e masculinoAo treinar peitoral muitos praticantes terminam por apenas limitar-se a mover a carga e por muitas vezes estimulando mais outros músculos ao invés do peitoral.

Ao realizar o exercício, concentre-se na contração e alongamento da musculatura. Certifique-se de estar sempre trabalhando prioritariamente o peitoral ao longo de todo o exercício.

#5. Priorize sempre a técnica do exercício

Quantas vezes vemos na academias algumas pessoas realizando o exercício com uma técnica lastimável apenas para colocar mais carga não é mesmo?

Ao realizar os exercícios foque no movimento com a amplitude completa ao invés de somente colocar mais peso e sacrificar a técnica. Além de ser contra produtivo esta pode levar a uma lesão.

Ao começar a treinar realize o exercício sempre com pouca carga com o intuito de mentalizar o movimento e aperfeiçoar sua técnica.

#6. Aumente a sobrecarga sempre que possível

Realizar sempre o mesmo treino sem mudar nada levará a uma estagnação nos resultados, pois o músculo não terá estímulos novos para poder crescer.

Aumentando de forma controlada o número de séries, carga, número de repetições mantendo a carga ou diminuindo um pouco de descanso, estará gerando uma sobrecarga maior, estimulando mais os músculos.

#7. Varie as faixas de repetições

Não periodizar o treino e manter-se sempre treinando na mesma faixa de repetições é um erro. Por comodismo ou ignorância muitas pessoas apenas realizam o treino em uma única faixa de repetições.

Os praticantes de musculação ao buscar a hipertrofia realizam apenas entre 8 e 12 repetições por série limitando e muito seus ganhos.

Realize repetições mais pesadas nas faixas de 4-6 repetições, assim como um número maior de repetições acima 15, sempre mantendo estímulos novos a musculatura.

O treino da musculatura do peitoral sempre desperta certa empolgação no público amante da musculação, dos iniciantes aos mais avançados.

São inúmeras as variáveis para o sucesso no treinamento, por isso treine sempre de maneira inteligente para manter-se longe de lesões e garantir a produtividade do seu treino.

Lembre-se, também é importante

Lembre-se sempre de ter paciência e não se deixar levar por promessas de resultados mirabolantes, pois não existem milagres, mas sim trabalho duro, foco e dedicação.

Nunca negligencie sua dieta, porque com uma dieta pobre não há treino que gere resultados.

Antes de realizar qualquer mudança converse com um profissional de Educação Física de sua confiança, pois além de resultados estéticos você também quer estar sempre saudável.

Faça perguntas e compartilhe com seus amigos

Ficou com alguma dúvida nesse artigo com dicas para o treino de peito? Faça sua pergunta em nosso espaço para comentários abaixo.

Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos nas redes sociais e ajude eles a terem melhores resultados também.

Um GRANDE treino para você…ATLETA!

 


Veja também nossos artigos mais acessados:

Whey Protein – Você precisa ler isso!

BCAA – Para que serve e benefícios

Creatina – Qual a melhor? Veja lista

Termogênico – Saiba tudo!

Tribulus Terrestris – Veja 10 Benefícios [REVELADOS]

L Carnitina Emagrece? Funciona mesmo? [ATUALIZADO]

Melatonina – O que é, para que serve [ATUALIZADO]

ZMA – O que é e para que serve [TUDO REVELADO]

Glutamina – O que é e para que serve [Veja 11 Benefícios]

Suplementos Alimentares: O que são e para que servem

Orlistat – O que é e para que serve [ATUALIZADO]

Treino de Musculação para Hipertrofia – [21 DICAS]

Maca Peruana: O que é, Para que Serve, Benefícios e Como tomar


Equipe Grande Atleta

Nossa equipe está muito bem representada por grandes profissionais ligados a musculação e esportes de alto rendimento. Contamos com Educadores físicos, Nutricionistas Esportivos, Fisioterapeutas e Médicos.

  • 1

Você pode gostar também

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *