Escreva para pesquisar...

Treino de Pernas

Cadeira Extensora: Como fazer e ter grandes Resultados!

Aprenda agora como fazer corretamente a execução do exercício cadeira extensora e veja técnicas avançadas para ter melhores resultados nesse exercício.

cadeira extensora exercícioNa musculação, diversas variáveis fazem a diferença para conseguir resultados consistentes.

Uma das variáveis a serem consideradas é a escolha dos exercícios, sendo esta muito importante para atingir os objetivos almejados.

Sendo assim, um exercício para pernas, em especial os quadríceps, que é muito discutido e também muito utilizado tanto por iniciantes, assim como por avançados nas academias é a extensão de joelho na cadeira extensora.

Dessa forma, este artigo busca explicar os principais músculos trabalhados neste exercício, execução, cuidados e dicas de como intensificar o treino utilizando a cadeira extensora.

Músculos trabalhados

A cadeira extensora é um aparelho, no qual a extensão de joelho é o movimento articular efetuado, sendo assim o quadríceps é  o músculo mais trabalhado durante sua execução.

O quadríceps é formado pelo vasto lateral, medial e intermédio, assim como também o reto femoral, sendo este último o mais recrutado neste exercício.

Por ser um exercício monoarticular, a cadeira extensora é muito útil para conseguir trabalhar os músculos do quadríceps de maneira mais “isolada” sem recrutar  isquiotibiais ou glúteos, como, por exemplo  o agachamento ou leg press.

Execução correta da Cadeira Extensora

Para poder ter uma melhor eficácia e conseguir trabalhar de maneira mais otimizada os grupos musculares é necessário efetuar os exercícios da maneira correta.

Sendo assim, para poder conhecer a maneira correta de efetuar a cadeira extensora, será mostrado abaixo um passo a passo de como realizar este exercício.

1. Sentar- se na cadeira extensora, adaptando o suporte que vai ficar apoiado na perna , na altura da linha do tornozelo, depois observar se a região das pernas, logo atrás do joelho também estão bem apoiadas na cadeira.

Também é importante prestar atenção para que as costas estejam bem apoiadas no aparelho também de modo a garantir que as curvaturas fisiológicas da coluna sejam preservadas.

2. Iniciar o movimento e estender o joelho até contrair ao máximo o grupo muscular trabalhado.

3. Flexionar de maneira controlada os joelhos até retornar a posição inicial.

4. Repetir o movimento pelo número de repetições previamente estipulado.

Cuidados

Apesar de ser uma ferramenta útil no treino para enfatizar o trabalho no quadríceps é importante prestar atenção a alguns detalhes para evitar lesões e utilizar forma mais segura este aparelho.

Sendo assim, abaixo serão listados exemplos de cuidados que devem ser tomados ao efetuar a cadeira extensora.

  • Cuidado com o ângulo do movimento

Ao iniciar o exercício muitas pessoas mantêm o suporte que fica na linha dos tornozelos em um ângulo que este fica atrás da própria linha dos joelhos.

Porém, este detalhe aumenta ainda mais a compressão na patela e pode sobrecarregar esta região e assim aumentar os riscos de lesão.

  • Prestar atenção ao apoiar de maneira correta as pernas
eBook Grátis 7 Suplementos que Funcionam

Apoiar os pés corretamente nas almofadas na altura do tornozelo é muito importante para preservar esta articulação.

Sendo assim, é importante não deixar o suporte muito abaixo da linha do tornozelo ou em cima do pé para não correr riscos de lesionar esta área.

Também é importante lembrar que pessoas que tenham patologias no joelho, como por exemplo, a condromalacia patelar devem ter cuidado ao efetuar o exercício, sendo necessário adaptá-lo de acordo com a condição da pessoa que o realizará.

Potencializando o exercício

A cadeira extensora é uma opção para enfatizar o quadríceps de forma a poder executá-lo até a exaustão sem o risco de acidente como aconteceria com outros exercícios.

Sendo assim, para os indivíduos mais avançados, utilizar certas técnicas no momento adequado pode ser uma boa opção para poder conseguir intensificar o treino e quebrar certos platôs.

Sendo assim são exemplos de técnicas que podem ser utilizadas na cadeira extensora são :

  • Biset

O método bi set é caracterizado por serem utilizados dois exercícios para o mesmo grupo muscular sem intervalo entre si, por exemplo são executadas repetições do leg press e sem descanso é efetuada a cadeira extensora.

  • Isometria

Para aumentar o tempo sob tensão é válido utilizar a contração isométrica por alguns segundos após chegar a falha concêntrica  e assim intensificar ainda mais o trabalho no grupo muscular.

Conclusão

A cadeira extensora é uma opção para trabalhar o quadríceps de forma mais enfática, sendo mais segura para poder efetuar o exercício até a exaustão.

A forma que o exercício será incorporado no treino depende das necessidades e objetivos de cada praticante, sendo necessário contar com ajuda profissional para obter uma melhor orientação.

Sendo assim, consultar um profissional de Educação Física é essencial para garantir um treino mais seguro e eficiente e obter resultados mais contundentes com o treinamento.

Bons treinos!

Victor Hugo R. F. de Oliveira

Profissional de Educação Física formado em licenciatura pela UNIME e Bacharel pela FSBA. CREF: 010586-G/BA

  • 1

Você pode gostar também

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *