Escreva para pesquisar...

Dicas para Emagrecer

11 Dicas para perder gordura abdominal (GARANTIDAS)

Queimar gordura abdominal e emagrecer é um dos motivos que mais levam as pessoas a procurarem se exercitar, sendo que o maior desejo da maioria é diminuir a gordura abdominal.

Uma grande quantidade de gordura abdominal está associada a maiores riscos de doenças coronarianas, diabetes e outras patologias.

Além de saúde muitas pessoas que buscam reduzir a gordura abdominal também buscam uma melhora na estética.

Porém, na busca por diminuir o percentual de gordura e consequentemente reduzir a gordura abdominal muitas pessoas acabam por cometer erros que sabotam seus resultados.

Dessa forma, este artigo trará 11 dicas de para potencializar e eliminar gordura abdominal.

1. Focar o treino nos exercícios multiarticulares

Exercícios como agachamento, levantamento terra e supino são exemplos de exercícios que recrutam uma grande quantidade de massa muscular e como consequência gastam mais calorias que um exercício uniarticular.

Além disso, por trabalharem uma maior quantidade de grupos musculares em um único exercício, os multiarticulares secretam maior quantidade de testosterona e GH, hormônios importantes para o emagrecimento.

2. Treinar com uma boa intensidade

Utilizar a intensidade correta é importante para gerar adaptações e dessa forma conseguir os resultados esperados.

O treino precisa ser desafiador, porém na medida certa, pois se o nível de dificuldade for baixo demais os resultados ficarão abaixo do esperado.

3. Utilizar o aeróbico de maneira inteligente

Um dos maiores erros de quem quer perder gordura abdominal é acreditar que realizar apenas aeróbico ou passar horas na esteira será suficiente para poder emagrecer.

Em primeiro lugar, a melhor estratégia para musculação é uma boa combinação do treino de força e aeróbico, sendo que o planejamento destes é essencial para conquistar os resultados almejados.

4. Não realizar abdominais todos os dias

Mais um dentro de tantos mitos que perduram no meio da musculação é a de que enquanto mais e com maior frequência forem realizados exercícios abdominais mais se diminuirá gordura na região.

Os músculos abdominais assim como os demais músculos precisam de descanso e realizá-los todo dia atrapalharia sua recuperação, sendo contra produtivo para o treino além de não diminuir a gordura na região.

5. Utilizar técnicas de alta intensidade como estratégia

Alguns métodos e técnicas podem ser utilizados para poder potencializar o emagrecimento, como biset, triset e superset, porém estas são indicadas para praticantes mais avançados.

Para quebrar platôs e continuar a progredir é importante saber como inserir estas técnicas corretamente dentro do programa de treinamento.

6. Periodizar o treino

Aumentar a sobrecarga e variar os estímulos é muito importante para continuar a progredir e continuar a ter resultados ao se exercitar é necessário planejar ou seja, periodizar.

Treinar da mesma forma dia após dia sem modificar nada na rotina somente leva a estagnação e atrapalha na obtenção de melhores resultados.

7. Não imitar o treino de outras pessoas

Um erro comum de muitos praticantes com menos experiência é tentar copiar a rotina de treino de um colega mais experiente ou até de fisiculturistas acreditando que este seja o segredo por trás de seus resultados.

Cada estímulo gera resultados diferentes em cada pessoa e o treino deve estar adaptado as necessidades e objetivos de cada pessoa, sendo assim a melhor opção seria procurar um profissional de Educação Física.

8. Não cometer exageros na dieta

eBook Grátis 7 Suplementos que Funcionam

A dieta de redução calórica é sem dúvida o principal fator para se ter resultados na perda de gordura abdominal, e muitas pessoas no anseio de conseguir resultados mais expressivos rapidamente, acabam por aderir as chamadas dietas milagrosas.

Dietas muito restritivas não são sustentáveis por um período mais prolongado e podem levar ao famoso efeito sanfona, que além de trazer as indesejadas estrias, também pode ser prejudicial à saúde.

Um regra aqui é: se a dieta tem nome, como: dieta do limão, dieta da lua, da proteína, o sei lá mais o que, e ainda tem prazo para acabar, do tipo “perca 5 kg em 10 dias” e outros absurdos, fuja! Certamente é cilada e terá muita frustração envolvida ao final.

Assim como o treino, dieta é constância, com reeducação alimentar. Tendo equilíbrio e se seguir a risca, ainda é possível em um dia da semana, tomar um sorvete ou comer algo que tenha vontade. Mas para isso, o indicado sempre é procurar um nutricionista esportivo, porque ele irá elaborar uma dieta de acordo com sua necessidade. Não copie dieta dos outros, as individualidades devem ser sempre respeitadas.

Nutricionista esportiva Bruna Bosco dá algumas dicas de dieta para quem quer perder gordura abdominal e emagrecer, veja:

9. Apostar todas as fichas nos termogênicos

Os suplementos emagrecedores, queimadores de gordura, também conhecido como os famosos termogênicos, podem sim ajudar a acabar com a gordura abdominal, por acelerar o metabolismo, mas são apenas um complemento para potencializar o processo, mas se a pessoa não tiver com uma dieta adequada, e praticando atividades físicas, os termogênicos sozinhos não vão fazer milagre.

Caso queira conhecer quais são os melhores, veja a lista que preparamos no link a seguir:

10. Beber água

A água é muito importante para as reações que ocorrem no corpo humano, sendo que corresponde a 70% da constituição do nosso organismo.

Além disso é importante lembrar que não beber água suficiente tem relação com uma maior sensação de fome, o que pode levar a excessos na dieta e sabotar os resultados de quem procura emagrecer.

11. Dormir bem

Um bom sono é importante para poder obter uma recuperação adequada dos treinos, além de ser muito importante para uma boa saúde mental e qualidade de vida.

Dormir bem também está relacionado com uma melhor secreção de testosterona e GH, os quais são muito importantes para diminuir a gordura abdominal.

Assim, como não dormir o suficiente pode elevar as taxas de cortisol, o que pode facilitar o acúmulo de gordura abdominal.

Concluindo

O emagrecimento é um processo complexo que depende de vários fatores e não é possível diminuir apenas a gordura abdominal, sendo necessário reduzir a gordura corporal de maneira geral.

Para poder diminuir a gordura abdominal é preciso estar atento ao treino, sendo que este deve estar estruturado de acordo com este objetivo.

Além do treino, a dieta e o descanso também não podem ser negligenciados para poder maximizar os resultados.

Dessa forma, é importante procurar orientação de um profissional de Educação Física para poder prescrever e orientar sobre o treino, que atenda às necessidades e objetivos de cada pessoa, assim como um nutricionista para orientar sobre a dieta.

Bons treinos!

Referências:
McCarty MF. Optimizing exercise for fat loss. Med Hypotheses. 1995;44(5):325-330. doi:10.1016/0306-9877(95)90258-9
Institute of Medicine (US) Subcommittee on Military Weight Management. Weight Management: State of the Science and Opportunities for Military Programs. Washington (DC): National Academies Press (US); 2004. 4, Weight-Loss and Maintenance Strategies.

Victor Hugo R. F. de Oliveira

Profissional de Educação Física formado em licenciatura pela UNIME e Bacharel pela FSBA. CREF: 010586-G/BA

  • 1

Você pode gostar também

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *